Após temporada fraca, Williams perde patrocinador

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

A situação financeira da Williams pode se complicar ainda mais para 2012. Segundo o site F1SA, o time de Frank Williams perderá o patrocínio da AT&T, empresa de telecomunicações que ajuda a bancar as despesas da escuderia desde 2007.

Com cinco pontos somados em 2011 e o nono lugar no Mundial de construtores, a equipe teria irritado a empresa. Em 2012, a marca da companhia aparece de forma discreta no site da empresa, em detrimento de outros patrocinadores.

O contrato entre as duas partes teria terminado em 31 de dezembro, sem renovação. A Williams pedia US$ 15 milhões (R$ 28 milhões) por três anos de acerto. O valor seria inferior ao pago nos outros anos pela AT&T, que forneceria US$ 7 milhões (R$ 13 milhões) por ano para exibir sua marca.

A situação, se confirmada, deve tornar a equipe inglesa ainda mais dependentes de patrocínios trazidos por pilotos. O venezuelano Pastor Maldonado, já confirmado, conta com o suporte da petrolífera PDVSA, e a ausência oficial de tal apoio tem atrapalhado a confirmação de Rubens Barrichello. Adrian Sutil, com a alemã Medion AG a seu lado, é candidato ao posto.

Ainda de acordo com o site, a Williams negocia para ter o patrocínio do Qatar National Bank em 2012. A equipe contou com o patrocínio de outro grupo bancário até 2010, mas o Royal Bank of Scotland deixou o time antes da temporada 2011.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados