Rosberg "nem pensa" em terminar carreira na F1 sem vitória

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Com 108 corridas e nenhuma vitória, Nico Rosberg não pensa em abandonar a F1 sem troféu. Foto: Getty ImagesDos pilotos da primeira parte do grid da Fórmula 1, Nico Rosberg, da Mercedes, é quem mais tempo tem de pista sem vitória. Com 108 corridas na categoria, ele nunca subiu ao posto mais alto do pódio. Mesmo assim, o alemão afirma que não se preocupa com a possibilidade de encerrar seu ciclo na F1 sem um troféu de primeiro colocado.


"Todas essas estatísticas são uma pegadinha dos jornalistas. Não estou preocupado e nem penso nisso", retrucou Rosberg em entrevista ao jornal francês L'Equipe.

Para ressaltar o seu ponto, usou Jenson Button como exemplo - o britânico teve seu futuro ameaçado em 2008, já com experiência nas pistas, mas foi campeão mundial com a Brawn GP no ano seguinte e vice-campeão de 2011 com a McLaren.

"Se Button tivesse escutado vocês (jornalistas), ele teria abandonado (a carreira) antes de ter sido campeão mundial", acrescentou.

Em relação a seu carro, a Mercedes, originária daquela Brawn campeã, ele defende que o trabalho do chefe de equipe Ross Brawn, assim como o de toda a escuderia, está tornando a possibilidade de vitória cada vez mais real.

"Renovei meu contrato com a Mercedes porque eu sinto que posso vencer com esta equipe. Tínhamos grandes esperanças em Melbourne, aí nós entendemos que não seríamos capazes de fazer nada em relação à Red Bull", completou o alemão, que ficou de novo na frente de seu colega de Mercedes, ninguém menos do que o heptacampeão Michael Schumacher.

"Estou muito satisfeito com a temporada, especialmente por ter terminado mais uma vez à frente do meu companheiro de equipe", encerrou.

fonte: terra.com.br
Foto: Getty Images 

Posts Relacionados