Na Force India, alemão nega compra de vaga e aposta em futuro de Sutil

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Hulkenberg entrou na vaga do compatriota, que teve bom desempenho na reta final desta temporada. Foto: Getty Images Alçado à titularidade do cockpit da Force India ao lado do escocês Paul Di Resta para 2012, o alemão Nico Hulkenberg negou, em declarações feitas ao site F1SA, que o fato esteja ligado à força de seus patrocinadores. Piloto reserva durante a última temporada na própria equipe, o piloto de 24 anos substitui o compatriota Adrian Sutil, nono colocado no último Mundial com 42 pontos, 15 a mais que Di Resta, 13º colocado.

Considerado talentoso na Williams no ano de estreia na categoria, em 2010, Hulkenberg marcou 22 pontos e cravou uma surpreendente pole position no GP do Brasil. Porém, os feitos não foram suficientes para mantê-lo na escuderia inglesa, que o substituiu pelo venezuelano Pastor Maldonado, patrocinado pelo governo do presidente de seu país, Hugo Chávez, por intermédio da petrolífera PDVSA.

Mostrando mágoa com a saída repentina que o relegou à reserva da Fórmula 1 e o tirou da temporada de 2011, o jovem reconhece que a razão para a saída da equipe de Grove se deu por razões "que não tinham nada a ver com a parte esportiva" e diz que a titularidade na escuderia indiana está ligada ao conhecimento dele para o desenvolvimento dos bólidos durante todo este ano e para o futuro próximo.

Hulkenberg disse que ainda não conversou com Sutil sobre a troca, mas garantiu à publicação que o relacionamento entre os compatriotas é muito bom e que não está preocupado com o futuro, já que aposta que o colega conseguirá um novo cockpit para guiar em breve - oficialmente para a temporada 2012, as vagas restantes estão na Williams e Hispania.

fonte: terra.com.br
Foto: Getty Images 

Posts Relacionados