Vettel recebe 'puxão de orelha' da RBR por melhor tempo em última volta

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Christian Horner e Vettel no paddock do GP da Índia (Foto: Getty Images) O melhor tempo marcado na última volta do GP da Índia rendeu a Sebastian Vettel não só um fim de semana perfeito (com pole, vitória e melhor volta), mas também um puxão de orelha de Christian Horner, chefe da equipe RBR. Horner revelou que a RBR tentou evitar que o bicampeão mundial forçasse o ritmo nas últimas voltas, reduzindo a potência do carro. Mas o talento desobediente de Vettel falou mais alto.

- Fizemos o máximo para administrar isso. Reduzimos a potência do motor, desligamos o KERS e, além de colocar uma vaca no circuito, não havia mais o que fazer - brincou.

No GP da Coreia do Sul, há duas semanas, quando Vettel marcou o melhor tempo da prova também ao receber a bandeira quadriculada, Horner chegou a pedir para o bicampeão mundial evitar forçar com a vitória garantida, mas parece que o pedido não adiantou muito.
- Nós falamos sobre isso na última corrida (da Coreia) e ele disse 'desculpe, não vai se repetir'. E duas semanas depois aqui estamos nós.

No entanto, Horner minimizou a 'indisciplina' do jovem piloto e disse acreditar que Vettel não chegou a colocar a corrida em risco.

- Nós temos completa confiança nele. Tenho certeza que ele tinha margem ainda e o principal objetivo era vencer a prova. Ele sabe que não há pontos para melhor volta, mas ele gosta dessas pequenas estatísticas para completar um fim de semana perfeito - disse.

Foi a primeira vez na carreira que Vettel completou o chamado Grand Chelem, a corrida perfeita. O alemão foi pole position, venceu a prova, fez a melhor volta e liderou todas as voltas da corrida.

Perguntado se Vettel pediu permissão para fazer uma volta rápida no fim da corrida, Horner disse:
- Claro que não, porque ele sabe que nós não gostamos disso!

fonte: globo.com
foto: getty images

Posts Relacionados