Schumacher e Barrichello exaltam Senna antes do GP do Brasil

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

r
Schumacher e Barrichello, que corriam na última temporada de Senna, rasgaram elogios a Ayrton. Foto: APO tricampeão mundial Ayrton Senna foi lembrado durante a entrevista coletiva oficial do GP do Brasil, realizado neste final de semana em Interlagos. O alemão Michael Schumacher e o brasileiro Rubens Barrichello exaltaram as oportunidades que ambos tiveram de correr na pista paulista com o piloto falecido em 1994.

Senna venceu duas vezes em Interlagos, em 1991 e 1993. Após seu último triunfo, um piloto local só subiu no lugar mais alto do pódio, em 2006, com Felipe Massa, justamente na corrida de despedida de Schumacher. Vice-campeão mundial em 2002 e 2004, Barrichello nunca ganhou no Brasil.

"Para mim, obviamente é diferente, porque sou brasileiro. As pessoas até hoje falam sobre ele e tem comemorações para seus três títulos mundiais. Então é muito, muito especial. Eu tenho orgulho de ter estado aqui algumas vezes com ele, correndo na mesma pista. Mesmo que a gente (brasileiros) não tenha tido tanto sucesso quanto ele, ainda temos uma boa sensação do público", declarou.
Schumacher voltou a competir três anos após o triunfo de Massa. Maior vencedor do circuito, com quatro vitórias, ele se lembra de quando via Senna correr de kart.

"Ele é alguém que você vai sempre ter na memória. Para mim, é ainda mais antigo, de quando via ele no kart. Virei um fã do que ele estava fazendo, porque no kart ele era tão excepcional e especial. Poder ter corrido com ele e passar aqueles anos juntos é um privilégio. Estou muito honrado de ter feito isso. É bom ver que nenhum de nós, mesmo fora daqui, esqueceu o que o Ayrton fez. É como se tivesse sido ontem. Ainda está fresco", encerrou.

Em 2011, o tricampeonato de Ayrton Senna faz 20 anos. Seu sobrinho Bruno, piloto da Renault, preparou uma homenagem. Lançada no GP do Japão, palco das três conquistas do tio, ele mostrou uma bandeira sem cores, que já foi preenchida com fotos que os torcedores enviaram. Barrichello, por sua vez, vai correr com um capacete homenageando o ídolo.

fonte: terra.com.br
foto: ap 

Posts Relacionados