"Precisamos fazer sucesso na América", diz chefe da McLaren

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Segundo Martin Whitmarsh, Estados Unidos é um mercado muito importante para Fórmula 1. Foto: Getty ImagesMesmo com a realização do Grande Prêmio de Austin, no Texas, tida como incerta na próxima temporada da Fórmula 1, Martin Whitmarsh destacou a necessidade da categoria impressionar os Estados Unidos. Para o chefe da McLaren, é vital conquistar o público americano para o crescimento deste esporte.

Diante do atraso da construção do circuito de Austin, a organização da Fórmula 1 já chegou a admitir a realização de uma corrida no local somente em 2013. Ainda assim, Whitmarsh se mostrou confiante quanto ao Mundial alcançar o solo americano.

"Precisamos fazer sucesso na América do Norte. Espero que haja negociação e postura. Só Bernie sabe o que está acontecendo lá", disse o dirigente em entrevista ao Autosport, ressaltando o nome de Ecclestone, empresário e dono dos direitos comerciais da categoria.

"Parece que Bernie se encontrará com eles nos próximos dias e espero que cheguem a um consenso. A América é a terra do automóvel, temos a Nascar no sul, mas a Fórmula 1 realmente precisa impressionar a América", continuou Whitmarsh.

Além do futuro circuito de Austin, Ecclestone já selou um acordo com Nova Jersey para a realização de uma etapa do calendário do Mundial. Para o chefe da McLaren, a categoria deve fazer o máximo possível para cair nas graças dos americanos.

"A verdade é que não fazemos sucesso na América do Norte. Eles não precisam de nós, portanto temos de aceitar que precisamos ir lá e fazer sucesso, seja lá em Austin ou em Nova Jersey", completou.

fonte: terra.com.br
Foto: Getty Images 

Posts Relacionados