Peso da comparação ao tio não é fácil, diz Stewart sobre B. Senna

sábado, 26 de novembro de 2011

Bruno Senna marcou apenas um ponto na temporada 2011. Foto: Anderson Regio/TerraJackie Stewart afirmou em Interlagos que Bruno Senna está enfrentando dificuldades pela equipe Lotus Renault. De acordo com o tricampeão mundial de Fórmula 1, o sobrenome também provoca um peso enorme nas costas do piloto de 28 anos.

Stewart faz parte atualmente do Grupo Genii, empresa que detém o controle da escuderia Lotus Renault. Bruno Senna ganhou a chance de substituir o alemão Nick Heidfeld nas oito etapas finais da temporada 2011 da F1 e somou pontos apenas no GP da Itália ao terminar na nona posição, mas coincidente assumiu o cockpit na fase decadente da escuderia.

"Ele está sofrendo um pouco. Ele não havia feito um número grande de corridas e, como qualquer atleta, o piloto para ganhar condições de prova, precisa-se de uma temporada completa. Ele está pilotando neste momento, mas por quanto tempo ele irá seguir eu não sei", disse Stewart.

"Eu também vejo outro ponto de desvantagem a questão do sobrenome, porque ele sempre será comparado e isso não é fácil para ele", completou o tricampeão mundial.

Ex-proprietário da Stewart Grand Prix, o escocês disse que será muito difícil para o alemão Sebastian Vettel manter a hegemonia e conquistar o tricampeonato de maneira consecutiva em 2012.

"Quando você vence pela primeira vez o Campeonato Mundial é muito fácil por não haver pressão. A segunda consecutiva é difícil, e a terceira é ainda mais", disse Stewart, tricampeão em 1969, 71 e 73. Apenas dois pilotos foram campeões três ou mais vezes de maneira seguida - Juan Manuel Fangio (1954 a 57) e Michael Schumacher (2000 a 2004).

De acordo com Stewart, um dos pontos que pode ajudar Vettel a ser campeão de novo é a presença de Adrian Newey como projetista da Red Bull. "Ele é por muita distância o melhor projetista. Ter ele na equipe é um enorme trunfo. A Red Bull é muito sortuda de ter ele e pessoas competentes ao redor. Mesmo com eles, manter a pressão não é fácil", alertou.

fonte: terra.com.br
Foto: Anderson Regio/Terra 

Posts Relacionados