Para Barrichello, Williams será mais forte em 2012

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Com apenas cinco pontos conquistados, a Williams vive em 2011 uma de suas piores temporadas na Fórmula 1. Com o objetivo de mudar este panorama, a escuderia voltará a ter motores Renault, que atualmente equipam a vencedora Red Bull, além de ter Mark Gillan e Mike Coughlan no comando da reestruturação técnica. Para Rubens Barrichello, estas mudanças surtirão um efeito positivo.

- Motor, estrutura, novos pensamentos, motivação, tudo pode representar um grande passo no próximo ano. É nisso que eu acredito. Não sei se será um carro vencedor, mas será um carro muito melhor - afirmou o brasileiro, em entrevista ao site "Autosport".

Segundo Barrichello, erros na criação do FW33 e falta de estrutura técnica contribuíram para a Williams não alcançar bons resultados como em 2010.

- O problema deste ano foi que pessoas saíram, enquanto outras chegaram faltando três ou quatro meses, e não havia um líder naquele momento. Agora as pessoas estão se adaptando muito bem, eles fizeram tudo que podiam para melhorar o carro deste ano, que é muito ruim, e estão concentradas no modelo novo - completou.

fonte: terra.com.brCom apenas cinco pontos conquistados, a Williams vive em 2011 uma de suas piores temporadas na Fórmula 1. Com o objetivo de mudar este panorama, a escuderia voltará a ter motores Renault, que atualmente equipam a vencedora Red Bull, além de ter Mark Gillan e Mike Coughlan no comando da reestruturação técnica. Para Rubens Barrichello, estas mudanças surtirão um efeito positivo.

- Motor, estrutura, novos pensamentos, motivação, tudo pode representar um grande passo no próximo ano. É nisso que eu acredito. Não sei se será um carro vencedor, mas será um carro muito melhor - afirmou o brasileiro, em entrevista ao site "Autosport".

Segundo Barrichello, erros na criação do FW33 e falta de estrutura técnica contribuíram para a Williams não alcançar bons resultados como em 2010.

- O problema deste ano foi que pessoas saíram, enquanto outras chegaram faltando três ou quatro meses, e não havia um líder naquele momento. Agora as pessoas estão se adaptando muito bem, eles fizeram tudo que podiam para melhorar o carro deste ano, que é muito ruim, e estão concentradas no modelo novo - completou.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados