"Mais caro do mundo", troféu do GP do Brasil terá rochas do pré-sal

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Os troféus que serão entregues aos vencedores do GP Brasil de Fórmula 1 desta temporada terão uma novidade: serão compostos por rochas retiradas da camada pré-sal da bacia de Santos. As pedras porosas de cerca de 120 milhões de anos foram extraídas de aproximadamente 5 mil metros de profundidade no litoral e cedidas pelo Centro de Pesquisas da Petrobras, patrocinadora da corrida. O artista plástico Paulo Soláriz foi o responsável pelo desenho dos troféus.

- Como artista plástico estou trabalhando no maior desafio de toda minha carreira. Quando recebi o convite para fazer esse troféu, nunca imaginei que viesse da forma como veio. Quando fiquei sabendo o que o troféu simbolizava, além da vitória no GP Brasil de Fórmula 1, mas o que ele levaria junto - que seriam essas rochas do pré-sal - o troféu tomou um outro vulto em termos de importância para mim.

Rocha Pré-sal (Foto: Reprodução)

Soláriz ressaltou o valor das rochas do pré-sal:

- O valor dela (da pedra) é muito grande. A pessoa que vai receber esse troféu realmente vai receber o troféu mais caro do mundo - destacou.

As peças ficarão expostas para o público de 14 a 26 de novembro em quatro locais: no shopping Eldorado e no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo; no shopping New York City Center, no Rio de Janeiro; e no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília.O GP do Brasil será disputado dos dias 25 a 27 de novembro e encerram a temporada 2011 da Fórmula 1.

- Essa rocha simboliza a vitória do Brasil, ela simboliza a conquista do pré-sal - comemorou a geóloga Mariela Martins, participante do projeto.
 

fonte: globo.com

Posts Relacionados