Em meio a paralisação, GP de Austin pode ser adiado para 2013

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Detentor dos direitos comerciais da F1, Bernie Ecclestone deu prazo para solução do GP de Austin. Foto: EFEA organização do Grande Prêmio de Austin, no estado do Texas, Estados Unidos, admitiu nesta sexta-feira que o evento, confirmado em um calendário oficial divulgado recentemente pela Fórmula 1, poderá ser adiado para 2013.

A construção das instalações foi paralisada nesta semana em função de impasses envolvendo os promotores da corrida, a construtora Full Throttle Productions e os trabalhadores em torno das obras.

O empresário Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da categoria mais importante do automobilismo mundial, estabeleceu um prazo de três semanas para que toda a situação fosse resolvida. Se os problemas persistirem até a próxima reunião do Conselho Mundial da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), no início de dezembro, a prova será adiada de sua data original: novembro de 2012.

"Estávamos empolgados para trabalhar visando o Grande Prêmio dos Estados Unidos de 2012 e agora ficamos sabendo que o senhor Ecclestone está interessado em transferir a corrida para 2013. Sabemos que o mercado americano é importante para as equipes e seus patrocinadores e 2013 certamente é uma data suficiente para que o Circuito das Américas esteja pronto", explicou Steve Sexton, presidente do circuito.

Os Estados Unidos voltam à principal categoria do automobilismo após a saída da tradicional etapa de Indianápolis, em 2007. Em 2013, outra nova prova está marcada em solo americano: o Grande Prêmio das Américas, nas ruas da cidade de Nova Jersey.

fonte: terra.com.br
foto: efe

Posts Relacionados