Barrichello correrá com capacete em homenagem a Ayrton Senna

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Rubens Barrichello capacete GP do Brasil de 2011 (Foto: Divulgação)O brasileiro Rubens Barrichello foi um dos seus pilotos convidados pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para participar nesta quinta-feira da entrevista coletiva no autódromo de Interlagos. Ainda com futuro indefinido, o piloto, 39 anos, falou pouco sobre como andam as negociações para o Mundial de Fórmula 1 em 2012, mas fez um desabafo.

"Seria triste (se tiver de parar). Foram lindas 19 temporadas e ainda sinto muita vontade de correr. Não quero sair por aí pedindo por favor (para correr), mas quero que alguém tenha o desejo de que eu pilote", disse Barrichello.

Barrichello estreou na F1 em 1993 pela Jordan e passou por Stewart, Ferrari, Honda e Brawn GP antes de ir para a Williams, equipe na qual compete desde 2010.

Na escuderia de Frank Williams, Barrichello sofre com o fraco equipamento e não conseguiu repetir os resultados do passado. O piloto brasileiro negocia a renovação por mais um ano, mas enfrenta a concorrência do finlandês Kimi Raikkonen, atualmente no rali e campeão mundial de F1 em 2007.

Além da Williams, Barrichello estaria em negociações também com a Lotus Renault para 2012 e enfrenta a concorrência de Bruno Senna para um dos assentos. "Desejo ao Bruno todo sucesso e sei que ele tem trabalhado duro para permanecer aqui", comentou ao lado do sobrinho de Ayrton Senna.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados