Tetracampeão, Franchitti fica estarrecido com perda de Wheldon

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

O quarto título de Dario Franchitti, da Ganassi, na Fórmula Indy, não foi bem recebido nem pelo próprio piloto. No último domingo, o inglês Dan Wheldon morreu após um grave acidente que contou com mais de dez carros na pista de Las Vegas. Depois da prova, o escocês, que acabara de ser campeão da temporada, estava sem reação.

"Em um minuto nós estávamos brincando e fazendo piadas antes da entrada dos pilotos e agora Dan se foi", disse em entrevista à revista inglesa Autosport. "Eu disse ao filho dele, Sebastian, que conheço seu pai desde quando eu tinha seis anos de idade. Nos conhecíamos desde quando éramos crianças, e ele foi meu companheiro na Indy".

"Tivemos uma ou duas situações durante este percurso, mas ele era um amigo. Eu perdi... nós perdemos um grande amigo. Todo mundo via Dan como um bom amigo", acrescentou. "Quando ele apareceu na Indy, ele foi ousado, mas encantador. Eu penso na Susie (sua esposa) e os meninos e me esforço para juntar tudo isso".

O único que poderia vencer o campeonato além do escocês, Will Power, também teve sua Penske bastante destruída e ficou no mesmo hospital em que Wheldon foi encaminhado ainda com vida. Com o abandono do australiano, Franchitti já era automaticamente campeão, mas a corrida foi cancelada e a pontuação contada sem a etapa de Las Vegas, resultado que também colocava o piloto da Ganassi com o título. Quando perguntado sobre como está se sentindo com o tetracampeonato (ele também foi campeão em 2007, 2009 e 2010), confuso, não conseguiu mostrar nenhuma satisfação.

"Não... eu queria dizer que eu sou grato a todos os fãs que mostraram tanto respeito por Dan, foi uma coisa muito legal. Eu estava pensando nele (durante as cinco voltas em homenagem ao inglês, realizadas após a paralisação) e todas as estórias e bons tempos que tivemos. É realmente muito, muito triste. É o lado feio do nosso esporte", completou.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados