Red Bull nega que vai proibir comida japonesa em Suzuka

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A Red Bull emitiu um comunicado oficial para desmentir a informação do jornal alemão Bild, que revelou o envio de um estoque de alimentos próprios para evitar que seus funcionários consumam alimentos locais durante o GP do Japão, em Suzuka, temendo a radioatividade oriunda de um vazamento nuclear na usina de Fukushima.

"A Red Bull vai utilizar suas próprias operações de fornecimento como faz em todas as 19 corridas do ano. Para cada prova, a Red Bull usa tanto comida local quanto internacional e nesse GP não será diferente", explicou.

O comunicado garante que a equipe tem acordo com supermercados e padarias para assegurar a alimentação ao longo da semana. "Os mesmos fornecedores vão nos entregar produtos vindos do outro lado do oceano, como carne da Austrália, o que já tem sido feito há alguns anos. Toda a produção para este fim de semana está certificada e clara", encerrou.

O vazamento nuclear foi causado por terremotos e tsunamis que assolaram o país no começo do ano. Os pilotos de MotoGP chegaram a ameaçar não comparecer à etapa de Motegi, mas voltaram atrás e correram no último final de semana.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados