Organização do GP de Austin comemora nova etapa de Nova Jersey

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Confirmado para estrear na próxima temporada da Fórmula 1, o Grande Prêmio de Austin não será o único dos Estados Unidos no ano seguinte. Na última terça-feira, Nova Jersey anunciou oficialmente sua inclusão na categoria a partir de 2013.

Atualmente, os Estados Unidos não têm nenhuma etapa no calendário desde 2007, quando o tradicional circuito de Indianápolis deixou a programação.

"Quero parabenizar a equipe que sei que trabalhou muito para fazer isso acontecer. Quando fui ao local, há alguns anos, vi que seu potencial era evidente. Estou feliz pela costa leste. Sinto que o anúncio de terça é mais um reconhecimento de viabilidade, do interesse dos fãs, dos benefícios econômicos e do prestígio que um GP de F-1 traz à região", exaltou o chefe da prova de Austin, Tavo Hellmund.A diferença dos dois novos circuitos é bastante nítida: o texano é permanente, projetado pelo arquiteto alemão Hermann Tilke, famoso no meio do automobilismo. Já o de Nova Jersey será realizado nas ruas do condado de Weehawken, perto da divisa com a cidade de Nova York, ao lado do rio Hudson.

"Nova Jersey e Texas, aproximadamente a 3200 km de distância, oferecem aos fãs uma experiência única, destinada não somente a elevar a visibilidade do esporte no país, mas também a aumentar a atração global e o suporte norte-americano a estes eventos mundiais. Essas duas regiões serão excelentes planos de fundo para a forma mais avançada de se correr do mundo", completou.

Até esta temporada, somente a Espanha possuía duas provas no calendário, com Barcelona e Valência. Na década de 1980, os EUA chegaram a sediar até três eventos: Long Beach, Detroit e Las Vegas.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados