Na semana do 1º título do pai, Nelsinho se diz orgulhoso

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Nelsinho Piquet disputou a Fórmula 1 por duas temporadas. Foto: Getty Images Com a responsabilidade de carregar um dos sobrenomes mais importantes do automobilismo mundial, o brasileiro Nelsinho Piquet foi o sexto colocado em sua segunda corrida na Nascar Truck Series, em Las Vegas, no último sábado. Aos 26 anos, o piloto terminou a prova como o melhor "rookie" (estreante) do dia e deu um importante passo para se firmar em uma nova categoria do automobilismo depois de, no meio de 2009, ter saído a Fórmula 1 cercado de desconfiança por ter admitido provocar um acidente para beneficiar a escuderia Renault.

Esse novo capítulo da retomada da carreira de Nelsinho, curiosamente, aconteceu na mesma cidade em que Nelson Piquet conquistou o primeiro de três títulos de campeão do mundo da Fórmula 1, em 1981 (os outros viriam em 1983 e 1987). Apesar das três décadas que separaram os eventos, o feito do pai foi lembrado durante a prova.

"Por coincidência, eu corri em Vegas no final de semana, dois dias antes do aniversário do título de 1981. Foi uma prova emocionante para mim e me motivou mais ainda a buscar a vitória", disse Nelsinho, enfatizando o orgulho de pertencer a uma família que é referência no esporte: "é legal ver como o tempo passa rápido e mesmo assim as pessoas não esquecem o que o meu pai fez. Tenho muito orgulho dele e é extremamente gratificante saber de tudo o que ele fez pelo Brasil nas pistas", comentou.

Nascido em 1985, Nelsinho não era nascido nos dois primeiros títulos de Nelson e tinha apenas dois anos de idade na época do terceiro. Apesar da falta de lembranças, ele admite sonhar com os momentos que não vivenciou. "Se eu pudesse ter visto de camarote o título dele tenho certeza que seria uma das imagens mais inesquecíveis e felizes de toda minha vida", admitiu.

fonte: terra.com.br
foto: getty images

Posts Relacionados