McLaren volta a defender estilo de pilotagem de Hamilton

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

       
Mesmo com série de incidentes nesta temporada, McLaren defende o estilo agressivo de Lewis Hamilton. Foto: Getty ImagesMais uma vez, a McLaren demonstrou todo seu apoio ao britânico Lewis Hamilton. Agressivo desde o início da carreira, em 2007, o piloto vem colecionando incidentes nesta temporada. O último deles foi no GP da Itália, quando seu carro tocou no do brasileiro Felipe Massa, que tirou satisfações após a prova.

De acordo com a revista italiana Autosprint, os pilotos pediram ao chefe do Departamento Técnico da Fórmula 1, Charlie Whiting, uma reunião para discutir o estilo de pilotagem de Hamilton.
"Claramente ele cometeu erros. Todos os pilotos o fazem. Igualmente, queremos que Lewis cometa menos erros, mas não queremos que ele pare de pilotar do seu jeito. Acho que ele é o piloto mais divertido: muito, muito rápido e bom. Isso permitiu a ele vencer 16 corridas e um campeonato (2008). Não queremos corroer este espírito", afirmou o diretor-técnico Paddy Lowe.

Para o dirigente, o fato de o número de erros de Hamilton ter subido nesta temporada se dá porque a equipe não conseguiu desenvolver um carro rápido.

"Apesar de termos tentado muito, infelizmente não pudemos competir com o trabalho fantástico que Sebastian (Vettel) tem feito, particularmente nas classificações. Não entregamos um carro rápido. Isso significa que, embora na corrida tenhamos um dos ritmos mais rápidos, às vezes mais que a Red Bull, é mais difícil mostrar isso porque não largamos na frente. E é mais fácil ficar longe dos problemas largando na frente", disse.

Com 168 pontos, Hamilton está em quinto lugar e fora da briga pelo título. Do companheiro Jenson Button, o segundo colocado, ele está afastado por 17 pontos. O alemão Sebastian Vettel precisa apenas pontuar no GP do Japão, neste final de semana, para ser bicampeão sem depender de nenhum outro resultado.

fonte: terra.com.br
foto: getty images

Posts Relacionados