Losacco faz teste na Nascar e pode correr nos Estados Unidos em 2012

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Giuliano Losacco testa carro da Nascar K&N (Foto: Divulgação)
O antigo desejo de disputar um campeonato da Nascar, a Stock Car norte-americana, ficou um pouco mais próximo para Giuliano Losacco. Nesta semana, o paulista completou uma sessão de testes com um modelo da K&N East Series – uma das categorias regionais filiadas à organização que comanda os principais torneios de turismo do automobilismo nos Estados Unidos e até em seus países vizinhos, como o Canadá e o México. Seriam dois dias de atividades de pista, mas a chuva que caiu nesta quarta restringiu o trabalho aos boxes.

O bicampeão brasileiro de Stock Car treinou com um modelo Toyota na pista de Hickory, no estado da Carolina do Norte, ao lado do também brasileiro Carlos Iaconelli, que já competiu na GP2 e na World Series, e do espanhol Adrian Campos Jr., que desde 2010 disputa a Indy Lights. O time que ofereceu o teste cumpriu neste ano a sua temporada de estreia na categoria, e é gerenciado por um brasileiro, Geraldo Rodrigues, ex-empresário de Rubens Barrichello. A presença de latinos, aliás, é algo que tem sido incentivado pelos organizadores, de olho em novos mercados.

- Fiquei muito contente de poder voltar a guiar um carro da Nascar após cinco anos. A equipe conseguiu chegar a um acerto bastante confortável, que nos proporcionou um teste muito produtivo. Fiquei muito feliz com o convite do X Team Racing para que eu participasse desses testes. Sem dúvida, fico ainda mais impressionado com a Nascar cada vez que eu ando em um carro da categoria. É muito gostoso andar nela – declarou Giuliano, que ainda não definiu sua situação para a temporada 2012.

Giuliano Losacco teste Nascar Busch Series 2005 (Foto: Divulgação)
 
A opção pelas pistas norte-americanas é um objetivo que o piloto já buscou em outras ocasiões. Em 2005, ano em que conquistou seu segundo campeonato na Stock Car, ele fez um teste com um carro da segunda divisão da Nascar e impressionou os dirigentes da categoria. Um acordo para o brasileiro chegou a ser negociado, mas ele preferiu permanecer no Brasil.

No ano seguinte, Losacco teve bons resultados nas duas corridas que disputou pela Nascar West, outra divisão regional da categoria. Uma nova conversa foi engrenada com os dirigentes americanos, mas a verba a ser levantada teria de ser mais alta e os patrocinadores do piloto optaram por ficar na Stock Car. Em compensação, a postura profissional de Losacco e de seu tio e empresário, o ex-piloto Luiz Otávio Paternostro, causou boa impressão nos dirigentes da Nascar.

Empolgado com o teste desta semana, o responsável pelo time já pensa na formação da equipe para a próxima temporada.

- O teste foi super produtivo, a equipe ficou muito feliz com a performance dos pilotos. Nós acreditamos que os três têm condições de serem competitivos para manter a X-Team Racing no nível já alcançado e melhorá-lo. Agora precisamos trabalhar para os termos ao nosso lado no ano que vem - salientou Rodrigues, que nesta temporada contou com um piloto norte-americano no cokpit de seu carro.

Giuliano Losacco corrida Nascar West 2006 (Foto: Divulgação)

 
fonte: globo.com

Posts Relacionados