Imprensa alemã celebra Vettel, o "menino prodígio" da F1

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Sebastian Vettel beija o troféu e comemora seu segundo título na F1. Foto: AP O segundo título de Sebastian Vettel fez a imprensa alemã celebrar nesta segunda-feira a façanha do piloto, chamado de "menino prodígio", após a conquista do bicampeonato da Fórmula 1 no último domingo, no Japão, o que fez do alemão o piloto mais jovem da história a vencer o segundo título consecutivo da principal categoria do automobilismo mundial.

"O segundo menino prodígio alemão após Boris Becker está entre nós", afirma o jornal Leipziger Volkszeitung, em referência ao piloto de 24 anos.

O jornal regional destaca que Vettel é uma "superestrela que não se comporta como tal" e que tem um perfil de genro ideal que "não responde aos ataques, seja na vida ou no carro".

"Após anos marcados por escândalos, intrigas e campanhas diversas, a Fórmula 1 pode, por fim, oferecer manchetes positivas. Isto se deve a Vettel e a seus resultados", afirma o Westflische Nachrichten.
"Da administração do motor, ao uso dos pneus, o conhecimento técnico, soube tirar o melhor dos engenheiros e demonstrou ter um grande espírito de equipe. Ao contrário de muitos antecessores", completou.

"Já é imbatível?", pergunta o Bild, o jornal mais lido da Alemanha, para o qual "por trás da cara de anjo de Vettel se esconde um assassino".

O Süddeutsche Zeitung prevê uma carreira com ainda mais êxitos. "Que Vettel tenha conseguido defender o título tão cedo com tantos rivais é alentador. Schumacher tinha apenas, em pleno apogeu, um único rival", afirma o jornal.

"Se Vettel pilotar por tanto tempo como Schumacher, poderá ser campeão do mundo 19 vezes", exagera o jornal bávaro.

fonte: terra.com.br
foto: afp

Posts Relacionados