Red Bull nega ter excedido limite de investimentos em 2010

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Red Bull assegurou que não excedeu limite de gastos na temporada 2010. Foto: Getty ImagesO chefe da Red Bull, Christian Horner, tratou de negar nesta quinta-feira as acusações de que o Acordo de Restrição de Recursos (RRA, em inglês), estabelecido previamente pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo), tenha sido quebrado pelo time na temporada do ano passado, quando a equipe foi pela primeira vez campeã - nos construtores e nos pilotos. 

Nesta semana, a revista Autosprint divulgou um estudo feito pela multinacional Capgemini, no qual apontava que certas irregularidades foram cometidas pela escuderia. Também foi dito na publicação que funcionários tentaram impedir que a empresa conseguisse acesso a algumas informaçõe confidenciais.

"São falsas, absolutamente falsas", disse Horner sobre as acusações, nesta quinta, durante os preparatórios para o Grande Prêmio de Cingapura, no domingo. "Nós concordamos com o limite e trabalhamos com o limite. Trabalho feito!".

"Trabalhamos com o RRA, com as regulamentações que existem. Isso nos fez economizar gastos, gastos do time. Infelizmente, em consequência do sucesso, as pessoas vêm jogar pedras", acrescentou o diretor.
"O RRA ainda precisa ser revisto daqui pra frente. Há algumas questões fundamentais que precisam ser resolvidas. Mas, de forma geral, sentimos que é uma boa coisa", disse.

Na temporada 2010, o alemão Sebastian Vettel foi o campeão entre os pilotos e tem grandes chances de conseguir o bi já neste fim de semana. Com a publicação do estudo e sua repercussão, a Associação de Times da F-1 (Fota, em inglês) convocou uma reunião já no fim de semana da etapa de Cingapura para esclarescer o assunto.

fonte: terra.com.br
Foto: Getty Images

Posts Relacionados