Perto de recordes, Vettel diz que título está "longe"

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Com a conquista do Mundial de Pilotos da Fórmula 1 de 2011 praticamente garantida, Sebastian Vettel pode quebrar uma série de recordes nas últimas seis corridas do ano. Mas o alemão é modesto e se nega até a falar em título, que segundo ele ainda está a um "longo caminho" de ser ganho.

Com 284 pontos na classificação, Vettel tem 112 de vantagem para o segundo colocado, Fernando Alonso, e pode ser campeão já na próxima etapa, em Cingapura, em 25 de setembro. Para isso, precisa vencer a corrida e torcer para que o espanhol chegue no máximo em quarto. O inglês Jenson Button e o australiano Mark Webber ainda não poderiam terminar na segunda colocação.

Apesar do aproveitamento de 87,3% dos pontos disputados em 2011, o alemão evita se deslumbrar. "Realmente não penso na vantagem e nas possibilidades da próxima corrida", afirmou, em entrevista publicada no site oficial da Red Bull.

Caso confirme a tendência, Vettel se tornará, aos 24 anos, o piloto mais jovem da história da Fórmula 1 a somar dois títulos. Com oito vitórias na temporada, já tem mais triunfos que todos os campeões desde 2004 - ele mesmo ergueu a taça em 2010 com cinco êxitos, contra sete de Fernando Alonso em 2005 e 2006 e seis de Button em 2009 e de Kimi Raikkonen em 2007.

Um domínio parecido ao imposto por Vettel só se encontra na época do pentacampeonato de Michael Schumacher. Em 2004, o então piloto da Ferrari ganhou 13 de 18 corridas (82,2% de aproveitamento dos pontos). Dois anos antes, havia vencido 11 de 17 (84,7%).

Como se não bastasse, o piloto da Red Bull ainda pode quebrar o recorde de pole positions obtido em um campeonato, que pertence a Nigel Mansell. Em 1982, o inglês largou na ponta em 14 das 16 corridas disputadas com a sua Williams. O alemão até aqui já soma dez poles.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados