MOTO GP: Yamaha confirma ida a Motegi para GP do Japão

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Após especulações de um possível boicote ao Grande Prêmio do Japão de MotoGP deste ano, a Yamaha anunciou que irá para o país asiático. A dúvida existia por conta da radiação existente na região nordeste do território japonês, por conta dos acidentes nucleares provocados pelo tsunami ocorrido em março.

O atual campeão mundial Jorge Lorenzo já havia demonstrado receio em ir para o país com medo de se expor à radiação, que, na verdade, está bastante distante do local onde está instalado o circuito de Motegi, na região de Tóquio, capital nipônica.

Há algumas semanas, um comunicado havia informado que 16 dos 17 pilotos titulares da MotoGP estariam contra a organização do GP do Japão - apenas Hiroshi Aoyama, piloto japonês da Suzuki, foi favorável. No entanto, tanto as autoridades locais como o patrono da categoria, Carmelo Ezpeleta, haviam garantido que o país teria condições de receber a prova.

Nesta segunda-feira, então, a Yamaha anunciou que irá seguir a orientação de Ezpeleta e irá com força máxima para a disputa da etapa japonesa do Mundial, marcada para o dia 2 de outubro. E ainda, como parte da comemoração pelos 50 anos de sua fundação, a equipe irá correr com a moto nas cores branca e vermelha, como fez em outras três provas.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados