Médico de Kubica garante: 'Robert será um piloto de F-1 em 2012'

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Robert Kubica pode retornar à Renault-Lotus em 2012 (Foto: Getty Images)O médico de Robert Kubica, dr. Riccardo Ceccarelli, garantiu que o polonês poderá correr na Fórmula 1 em 2012. Kubica está em fase final de recuperação do grave acidente sofrido em fevereiro no Ronde de Andorra, prova de rali na Itália. Questionado pelo site italiano "Omni Corsi" se o piloto poderia retornar já nos treinos livres do GP de Abu Dhabi, em novembro, Dr. Ceccarelli mostrou cautela.

- Seria ótimo, mas nem sempre. Diria certamente que Robert Kubica será um piloto de F-1 em 2012. Não posso dizer exatamente quando ele irá voltar, entre os meses de novembro e janeiro - previu.

No acidente, Kubica sofreu várias fraturas no braço, perna e mão direita e o risco de sequelas colocou em aberto seu futuro como piloto. Dr. Ceccarelli explicou que o polonês vem recuperando a sensibilidade na mão acidentada, principal motivo de preocupação para um possível impedimento em pilotar, e falou sobre as próximas etapas da recuperação.

- Ele havia perdido a sensibilidade do pulso aos dedos, mas agora já há inervações musculares. A sensibilidade nervosa já chegou à ponta dos dedos. Precisamos tratar agora os aspectos musculares e articulares - destacou.

Robert Kubica flagrado por fã após noite de pôquer na Itália (Foto: Arquivo Pessoal)
O empresário do piloto, Daniele Morelli, que vem acompanhando Kubica durante todo o processo mostrou confiança na volta dele à F-1, mas assim como o médico, não definiu uma data precisa.
- Estamos otimistas, muito otimistas. O dia do retorno não é programável, mas não acho que um atraso de algumas semanas não afetará nossos planos. Uma coisa é certa, Kubica volta a pilotar. Não sabemos dizer com precisão em quanto tempo - afirmou.

Recentemente, Morelli anunciou que o polonês iria testar um carro de rua em um autódromo ou um simulador em outubro para analisar suas condições físicas. O agente ressaltou que dirigir um carro de verdade será mais importante que experimentar um simulador de F-1.

- Muita expectativa foi criada em torno do simulador de F-1. Mas Robert precisa voltar a dirigir um carro, sentir o volante tremer. A avaliação será suficiente para se ter uma noção de seu estado. Depois ele pilota um carro de F-1 ou um simulador - explicou.

O chefe da Renault-Lotus, Eric Boullier, estabeleceu outubro como prazo para saber se poderá ou não contar com os serviços de Robert Kubica em 2012. A escuderia já manifestou desejo de contar com o polonês em seu cockpit, mas afirma que não poderá esperar até as vésperas da próxima temporada para definir seus planos, o que poderia atrapalhar os projetos da equipe. Caso o polonês volte, o brasileiro Bruno Senna tem grandes chances de perder o posto de titular do time.

- Tive que me esforçar para colocar uma data limite. Se você continuar atrasando e atrasando e atrasando, então você acaba colocando os interesses da equipe em risco. Então eu tive que definir um prazo. Preciso ficar ligado nesta data para saber se há chance de Robert voltar – disse Boullier.

Carro acidente Kubica (Foto: Reprodução)

fonte:globo.com

Posts Relacionados