GP do Brasil de Fórmula 1 já teve punição semelhante à da Stock Car

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Michael Schumacher David Coulthard GP do Brasil pódio 1995 (Foto: Getty Images)

A nona etapa da temporada 2011 da Stock Car, disputada no último domingo na cidade gaúcha de Santa Cruz do Sul, teve um final atípico, consequência da coleta de combustível dos carros para a vistoria técnica. Por conta do novo regulamento desportivo, aprovado por pilotos, equipes e organizadores após a prova de Salvador, os dois primeiros colocados mantiveram as posições conquistadas na pista, mas perderam os pontos a que teriam direito. Uma decisão que causou polêmica, mas que já teve um precedente semelhante na principal categoria do automobilismo mundial.


David Coulthard e Michael Schumacher festejam no pódio do GP do Brasil de 1995 (Foto: Getty Images)
Pouco depois de cruzarem a linha de chegada do GP do Brasil de 1995 nos três primeiros lugares, Michael Schumacher, David Coulthard e Gerhard Berger mal imaginavam que o resultado da corrida seria revisto algumas vezes nas horas seguintes. Isso porque a Benetton do alemão e a Williams do escocês, que tinham o mesmo fornecedor de motores, apresentaram uma diferença no combustível analisado pelos comissários. A gasolina retirada do tanque após a prova não estava em conformidade com as especificações da vistoria prévia. O fato gerou diferentes decisões em um curto espaço de tempo.

Num primeiro momento, os comissários de prova desclassificaram os dois primeiros, dando a vitória a Berger. O austríaco chegou a estourar uma garrafa de espumante no box da Ferrari, celebrando a conquista junto aos mecânicos do time italiano. No entanto, horas depois, foi emitido um novo comunicado pela Federação Internacional de Automobilismo, mantendo a vitória de Schumacher e o segundo lugar de Coulthard. A pena, anteriormente aplicada sobre os pilotos, passou às equipes, que perderam os pontos conquistados naquela prova e não saíram do zero no Mundial de Construtores. Os demais times pontuaram normalmente, de acordo com as posições de seus pilotos na prova brasileira.

No caso da Stock Car, os times também não pontuaram no campeonato de equipes, mas a diferença é que Alceu Feldmann e Marcos Gomes, primeiro e segundo colocados, também ficaram sem os pontos referentes a estas colocações. Estes resultados não poderão ser descartados da classificação geral.

fonte: globo.com

Posts Relacionados