Gerhard Berger critica atuação da Mercedes na luta entre Schumacher e Rosberg

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Gerhard Berger, antigo piloto de Fórmula 1, considera que a Mercedes favoreceu Michael Schumacher no final do GP da Bélgica, disputado no fim de semana passado em Spa-Francorchamps. 
Gerhard Berger critica atuação da Mercedes na luta entre Schumacher e Rosberg -

De acordo com o austríaco, a equipa alemã ordenou a Nico Rosberg que poupasse combustível no final da prova apenas para que o heptacampeão do mundo pudesse passar para a sua frente e festejar de forma mais condigna o 20º aniversário da sua estreia na Fórmula 1.

"Devia ter sido uma corrida e não uma demonstração comercial. A Mercedes errou completamente com a sua estratégia. Eles deveriam concentrar-se mais em produzir um carro capaz de vencer provas", afirmou Berger na estação de televisão Servus TV.

Também Lewis Hamilton, piloto da McLaren, recebeu as atenções de Berger nesta sua análise ao fim de semana belga, com o austríaco a referir que Hamilton precisava de ter um Red Bull para colocar em prática todo o seu potencial.

"O Lewis está, por vezes, envolvido em acidentes, mas não deve ser sempre culpado por isso. Ele é muito agressivo e é um mestre nas ultrapassagens. Na frente da grelha existem apenas três pilotos de topo: Sebastian Vettel, Fernando Alonso e Lewis Hamilton. Vettel está atualmente na melhor posição, já que o Alonso não consegue cumprir o seu potencial com o Ferrari e o Hamilton tenta fazer o impossível com o seu carro e envolve-se em acidentes muitas vezes. Se ele tivesse um carro da Red Bull, esses erros seriam menores, já que não teria de correr tantos riscos", afirmou.

fonte: autosport.pt

Posts Relacionados