Ferrari dedica 25% de seu tempo ao carro de 2012

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Fernando Alonso, da Ferrari, fez o terceiro melhor tempo do treino classificatório e largará na cola dos carros da Red Bull. O piloto espanhol busca a .... Foto: AFP O diretor técnico da Ferrari, Pat Fry, diz que a escuderia italiana já dedica 25% de seu tempo a questões relacionadas com o carro da próxima temporada, embora assegure que a equipe ainda luta para obter melhorias neste ano.

"Eu dedico 50% do meu tempo a este ano, 25% ao próximo e 25% à reorganização (da escuderia). No túnel de vento, no entanto, se trabalha metade (para esta temporada) e metade (para a seguinte)", afirmou Fry em entrevista publicada nesta quarta-feira pelo diário italiano Corriere della Sera.

Fry, considerado por muitos na Itália o homem-chave das últimas melhorias da Ferrari, explica que, pouco a pouco, a equipe que trabalha no túnel de vento está desenvolvendo seu trabalho para o próximo mundial, mas insiste que a escuderia não jogou a toalha este ano, apesar de Fernando Alonso estar em terceiro no Mundial de Pilotos, a 102 pontos do líder Sebastian Vettel.

"Nós seguimos trabalhando e lutando em algumas questões eletrônicas para melhorar este ano. Veremos se será o suficiente", aponta o diretor técnico.

Pat Fry não antecipa nenhum objetivo para o Grande Prêmio de Monza, que será realizado no domingo, embora reconheça que na Ferrari há "muitas expectativas" para este circuito tão particular. "Na sexta-feira descobriremos se funcionamos", afirma o inglês.

Fry não se mostra preocupado pelo suposto problema que afeta a temperatura dos pneus da Ferrari e ressalta que a maioria das dificuldades que a equipe teve no começo da temporada com o túnel de vento já está solucionada.

"Muitos problemas já foram resolvidos, embora ainda reste muito a fazer. O objetivo é ter uma perfeita correlação entre o túnel e a pista, mas pode levar até dez anos para conseguir isso, porque é algo que está em contínua evolução. Quando os pneus mudam, por exemplo, é preciso começar do zero", conclui Fry.

fonte: terra.com.br
foto afp

Posts Relacionados