Chefe da McLaren pede continuidade de circuitos "clássicos"

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Tentando recuperar o ritmo na briga pelo campeonato deste ano, a McLaren vê uma oportunidade perfeita de se recuperar na tabela de classificação do Mundial. E o tradicional circuito de Monza é perfeito para encerrar a fase europeia do calendário, na opinião do chefe da escuderia britânica, Martin Whitmarsh.

"Acho que é muito importante a Fórmula 1 manter esses clássicos, o que incluem circuitos como Spa, Silverstone e Mônaco, enquanto investe em pistas para o futuro. Mesmo com a sua idade, certamente Monza nunca se torna fácil. Mesmo após 61 anos, o circuito está mais desafiador do que nunca", elogiou.

O GP da Itália tradicionalmente encerra o giro pelo continente europeu, e será sucedido por circuitos novos na F1, como Cingapura, Coreia do Sul, Emirados Árabes e Índia. Por conta disso, os pilotos devem aproveitar o conhecimento prévio que têm da "clássica" pista italiana.

"Ir para Monza é sempre uma ocasião histórica. Talvez mais do que outros circuitos, você pode sentir o histórico esportivo aqui, e se torna a chance perfeita de encerrar a temporada europeia em alta antes de ir para a fase final do campeonato", afirmou Whitmarsh em entrevista ao diário britânico Press Association.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados