Após problemas, Renault abandona atualizações previstas para Cingapura

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

A equipe Renault-Lotus, do brasileiro Bruno Senna, abandonou as atualizações que haviam implementado nos carros para o GP de Cingapura deste fim de semana. A escuderia tomou esta decisão após o carro de Vitaly Petrov apresentar problemas de superaquecimento no primeiro treino livre desta sexta-feira. O russo deu apenas oito voltas na atividade.

- Perdemos o P1 porque decidimos resolver o problema rapidamente, senão não conseguiríamos participar do P2. Não podemos correr riscos para amanhã, porque não há tempo - disse Petrov.

Com o décimo-quarto melhor tempo do dia, duas posições pior que o companheiro Senna, o russo lamentou a pequena participação nos treinos desta manhã e se mostrou pessimista para o fim de semana.

- Perder o P1 neste circuito é um grande desastre, porque é um bom tempo para dirigir e aprender. Acho que não seremos tão rápidos aqui - espera.

O chefe da equipe, Eric Boullier, explicou os problemas enfrentados pela equipe nesta sexta e está confiante que os desenvolvimentos dos carros estarão funcionando no GP seguinte, no Japão.

- Não foram exatamente as atualizações que deram problema, mas algo errado com o fluxo de água para os radiadores. Como não podíamos testar e não queríamos correr o risco de perder o P2, decidimos retornar ao nosso pacote anterior. Mas claro que iremos trabalhar nisso e colocá-los de volta aos carros em Suzuka - explicou Boullier.

fonte: globo.com

Posts Relacionados