Alonso fez uma corrida fantástica", afirma chefe da Ferrari

terça-feira, 13 de setembro de 2011

No GP da Itália, Alonso largou na 4ª colocação no grid e terminou a prova em 3º, atrás de Vettel e Button. Foto: AFPStefano Domenicali, chefe da Ferrari, não poupou palavras para definir a temporada 2011 de Fernando Alonso. Após o terceiro lugar no GP da Itália, no último fim de semana, o piloto espanhol conquistou a segunda posição no Campeonato Mundial, atrás do líder Sebastian Vettel.

Mesmo com a possibilidade de Vettel ser campeão já na próxima etapa, em Cingapura, - caso consiga se distanciar mais 13 pontos do segundo colocado - Domenicali exaltou a superação de Alonso em função do início de temporada problemático da escuderia italiana, que ficou para trás nas primeiras corridas do calendário.

"Eu acho que Fernando fez uma corrida fantástica (em Monza). Ele teve um começo inacreditável, ouvi pessoas dizerem que aquele momento valeu o preço do ingresso. Ver como ele foi agressivo, em termos de produtividade e ataque, foi realmente fantástico", elogiou.

No Mundial de Pilotos, Alonso tem 172 pontos, enquanto Vettel conquistou 284. O brasileiro Felipe Massa, por sua vez, é apenas o sexto com 82.

"É claro que a Red Bull está inacreditavelmente forte e a McLaren também. Mas ver que ele agora está em segundo entre os pilotos significa muito, considerando onde estamos neste momento, em termos de desempenho e os problemas que tivemos desde o começo. Eu acho que Fernando tem feito um campeonato fantástico", acrescentou.

Mesmo com as chances matemáticas de ser campeão com Alonso, é praticamente impossível que a vantagem de Vettel seja alcançada por qualquer piloto na temporada. Com a situação já praticamente definida, o time italiano agora mira acumular o máximo de informações para o desenvolvimento do carro do ano que vem.

"Com certeza é muito, muito, muito, muito, muito, muito difícil", definiu. "A única coisa que podemos fazer é não focar nisso. Temos que tentar maximizar o que a gente pode fazer, porque agora está claro para Sebastian que ele tem as chances em suas mãos. Queremos ir para Cingapura em condições diferentes. Esperamos ser mais competitivos, mas precisamos analisar", completou.

fonte: terra.com.br
Foto: AFP

Posts Relacionados