24 Horas de Interlagos agitará o paddock com exposições de arte e resgate de memória do automobilismo

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

http://www.diariomotorsport.com.br/wp-content/uploads/logo24horas1.jpgEnquanto os carros e seus pilotos estiverem enfrentando o desafio de uma prova de 24 horas de duração, o público terá oportunidade para ver inúmeros trabalhos artísticos relacionados com o esporte.

Toda a programação da prova 24 Horas de Interlagos, no Autódromo Municipal José Carlos Pace, será composta por ações paralelas que oferecerão entretenimento para o público e convidados, enquanto os carros e pilotos estiverem enfrentando os desafios da prova de longa duração. Dentre outras atrações, o promotor Antonio de Souza Filho já projetou uma grande estrutura que incluirá um espaço especial para
exposições artísticas e resgate da memória do automobilismo brasileiro.

A abertura oficial do evento será às 10h00 da quarta-feira, 25 de janeiro de 2012, a partir do qual a pista estará aberta para treinos e as atrações em pleno funcionamento. Serão, ao todo, oito sessões de treinos livres, num total de 13 horas e meia até a sexta-feira, 27, dia também destinado às sessões lassificatórias. A largada será às 16h00 do sábado, 28 de janeiro, e chegada às 16h00 do domingo.
Quem já esteve na 24 Horas de Le Mans ou 24 Horas de Daytona, por exemplo, sabe bem que é necessário criar uma série de atrações para o público se divertir ao longo do dia, pois nem o mais fanático torcedor consegue ficar 24 horas direto na arquibancada. Por isso, vamos transformar o autódromo num verdadeiro parque de diversões e exposições, com atrações de todos os tipos que estarão funcionando ininterruptamente, disse o promotor, destacando o lado cultural do evento.

Uma das áreas será dedicada aos grandes nomes da arte brasileira, cujas criações são inspiradas nas emoções proporcionadas pelo automobilismo, seja no aspecto técnico, seja pelo fator humano. Haverá exposições e já estão confirmados Paulo Solaris, Anísio Campos, Marcos Fernandes e Edson Aroni. A obra de Sid Mosca, recém-falecido, também estará presente em exposição de seus trabalhos mais destacados e da obra continuada pelas mãos do filho e discípulo Alan Mosca.

Posts Relacionados