Trulli critica FIA por não punir Perez no GP da Hungria

terça-feira, 2 de agosto de 2011

O retorno de Jarno Trulli às pistas não foi tão bom quanto o esperado. O italiano, que voltou a correr depois de ficar fora por uma etapa, reclamou de uma manobra de Sergio Perez, da Sauber, no GP da Hungria e criticou a FIA (Federação Internacional do Automobilismo).

Segundo Trulli, Perez teria passado pela chicane para ultrapassá-lo no circuito de Hungaroring, manobra que é proibida de acordo com o regulamento. Apesar de não ter completado a corrida na Hungria, o piloto da Lotus não deixou de dar sua opinião a respeito do assunto.

"Desta vez é a minha hora de reclamar e criticar a FIA, apesar de a minha corrida ter acabado quase que imediatamente", escreveu Trulli, em sua coluna no jornal Reppublica. "No começo, eu já tive que lidar com três incidentes a minha frente que me deixaram para trás, e então Perez veio com seu comportamento absurdo e tudo estava acabado", disse.

"Ele estava estranhamente mais lento, mais do que a minha Lotus. Eu o ultrapassei duas vezes e, para recuperar sua posição, ele usou a chicane. O regulamento é claro. Ele deveria abrir espaço e devolver a posição para mim", acrescentou.

"Ao invés disso, ele não ligou e continuou a minha frente. Ele mostrou um tipo raro de falta de educação e uma ignorância única quanto às regras, mas eu me pergunto por que a FIA não tomou nenhuma medida. Para que ela está lá? Para o que ela está olhando? Eu entendo porque um garoto iria dar de ombros, mas os comissários deveriam ter intervindo", disparou.

"Eu poderia tê-lo ultrapassado apenas no setor lento, mas não consegui mais. Ele me deixou mais lento e arruinou minha corrida antes de o meu motor falhar, como em Silverstone, o que me forçou a abandonar", continuou Trulli.

O piloto da Lotus pediu coerência com as regras. "Minha mensagem é clara: há apenas um regulamento e ele é o mesmo para todo mundo. Não é só para os caras que estão à frente, mas também para as pessoas que estão atrás no grid", concluiu.

fonte: terra.com.br

Posts Relacionados