S do Senna é o melhor ponto de ultrapssagem na F1 segundo Site

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

O site YallaF1.com é escrito por especialistas e fala de tudo (entrevistas, notícias, fofocas, novidades, informações de coxia, estatísticas, fotos) sobre a F1. Na 4ª feira publicou um artigo  assinado pelo jornalista inglês Peter Murtagh fez uma lista dos 10 melhores pontos de ultrapassagem na F1. Isso levando em conta uma série de fatores como distância da freada, largura da pista, aderência mesmo fora da “racing line”, áreas de escape e o número de ultrapassagens que aconteceram nos últimos anos. Em primeiro lugar, como você já leu no título é o S do Senna em Interlagos. Leia abaixo o porquê assim como a lista dos outros circuitos.
E o vencedor é o “S” do Senna em Interlagos!

O site YallaF1.com é escrito por especialistas e fala de tudo (entrevistas, notícias, fofocas, novidades, informações de coxia, estatísticas, fotos) sobre a F1. Na 4ª feira publicou um artigo  assinado pelo jornalista inglês Peter Murtagh fez uma lista dos 10 melhores pontos de ultrapassagem na F1. Isso levando em conta uma série de fatores como distância da freada, largura da pista, aderência mesmo fora da “racing line”, áreas de escape e o número de ultrapassagens que aconteceram nos últimos anos. Em primeiro lugar, como você já leu no título é o S do Senna em Interlagos. Leia abaixo o porquê assim como a lista dos outros circuitos.

 1º. S do Senna em Interlagos, Brasil
Decidi ficar com o S do Senna como número 1. A forte subida depois da curva da Junção e a longa curva à esquerda que leva até a reta dos boxes permite que os pilotos andem perto uns dos outros sem serem muito afetados pela turbulência. O circuito é bastante largo e oferece a mesma aderência em todos os lugares. Uma longa zona de freada aceita que o piloto freie tarde dntro da curva e consiga excelentes manobras. Famosos momentos nesta curva são muito vou inlcuir Jenson Button passando Kamui Kobayasi em 2009, Lewis Hamilton passando Giancarlo Fisichella na pista úmida e com pneus slick em 2008 e David Coulthard passando Michael Schumacher para vencer em 2001.

As outras curvas (sempre na opinião do Peter Murtagh se classificaram assim:

2º. Les Combes em SPA-Francorchamps, Bélgica

É aquela sequência direita-esquerda-direita no final da reta que vem depois da famosa Eau Rouge.

3º. Chicane final em Montreal, Canadá

É aquela logo antes da linha de chegada. De um lado zebra alta e do outro muro.

 4º. Curva 12 no Istambul Otodrom, Turquia

É aquela que permite ao utrapassado se recuperar e passar de volta. Uma que o Hermann Tilke acertou.

5º. Curva 3, em Albert Park, Melbourne

De 185mph para 65 mph e o pessoal já chega lá meio desequilibrado.

6º. Chicane da reta de chegada em Monza, Itália

A primeira curva no circuito mais rápido da temporada só poderia estar entre as 10 mais.

7º. Chicane do Bus Stop em SPA-Francorchamps, Bélgica

É aquela chicane antes de entrar para a curva à esquerda que leva à reta de chegada.

8º. Curva 1 em Sepang, Malásia

O Hermann Tilke acertou outra! Também pudera, antes tem uma curva frustrante que liga a uma reta onde o pessoal cruza a linha de chegada já a mais de 190 mph

9º. Chicane final em Suzuka, Japão

No espetacular circuito japonês de subidas e descidas é o lugar para passar. Só não queiram saber o que Senna e Prost pensavam do local em 1989!

10º. Curva 14, Shangai, China

Desenhada com a ultrapassagem em mente. Às vezes até mesmo múltiplas ultrapassagens  ao mesmo tempo.
É por essas e outras que devemos todos os dias, dedicação, cuidados e agradecimentos ao Autódromo de Interlagos.

Posts Relacionados