Preocupado com renovação, Barrichello coloca crianças na pista

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Com 318 largadas na Fórmula 1, um recorde, o brasileiro Rubens Barrichello está na Fórmula 1 desde 1993. Preocupado com a renovação entre os pilotos brasileiros, o competidor da Williams, 39 anos, procura novos talentos enquanto realiza um trabalho beneficente com crianças no Instituto Barrichello Kanann, que mantém em parceria com Tony Kanaan, da Fórmula Indy.

"O Instituto é uma forma de retribuir a tudo que o automobilismo me proporcionou. O meu sonho é que essas crianças possam ter um pouco daquilo que eu tive. A gente ensina princípios e, logicamente, procura talentos. Um dia, ainda vamos ver um deles vindo para cima", apostou Barrichello.

O piloto organizou o Barrichello Kart Day na tarde desta terça-feira, no Kartódromo da Granja. Na abertura do evento, promovido pelo competidor para oferecer aos jornalistas a chance de acelerar, algumas crianças da entidade mostraram seus dotes dentro da pista.

"O grande projeto é mostrar que, acima de um bom atleta, você precisa de educação e respeito. Trazendo as crianças para o kart, assim como para o basquete ou o handebol, você sempre vê se tem um que se destaca. Com isso, a gente tem o objetivo de poder ajudar para que eles possam ter um futuro dentro do automobilismo", disse.

A preocupação com o futuro do automobilismo é dividida com Felipe Massa, organizador da Fórmula Future. O venezuelano Pastor Maldonado, companheiro de Barrichello na Williams, alcançou a principal categoria do automobilismo com um significativo apoio de seu país.

"O mundo da Fórmula 1 exige muito dinheiro. Se o país não empurrar, não adianta muito o trabalho do Instituto Barrichello Kart e da Fórmula Future. Talento, sempre tem. Não tenha dúvida disso. Eu estou começando a plantar agora", afirmou Barrichello.

No kart, as crianças do Instituto mantido pelo piloto da Williams têm o primeiro contato com os segredos do automobilismo. "No kart, você aprende todos os princípios. Além disso, se uma criança não andar de kart, ela tem que esperar até os 16 anos para andar num Fórmula", explicou o piloto.

Após a exibição das crianças do Instituto Barrichello Kart, o piloto dividiu a pista com alguns jornalistas. Famosos como o ex-jogador Caio Ribeiro, atual comentarista da Rede Globo, e o apresentador Otávio Mesquita, da Rede Bandeirantes, marcaram presença.

fonte: terra.com.br
Foto: Léo Pinheiro/Terra

Posts Relacionados