INDY: Protesto de Ganassi e Newman-Haas será julgado

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

A organização da Indy informou hoje que vai analisar os protestos de Ganassi e Newman-Haas quanto ao resultado do GP de New Hampshire, na próxima segunda-feira.

Logo após o GP, disputado no último domingo, as duas equipes protestaram contra o resultado oficial, pelo qual Ryan Hunter-Reay, da Andretti, foi declarado vencedor.

O motivo da reclamação é que os pilotos Oriol Servià, da Newman-Haas, e Scott Dixon, da Ganassi, teriam ultrapassado Hunter-Reay quando foi acionada a última bandeira verde da prova. Como a pista foi liberada ainda úmida e vários pilotos rodaram e bateram, a direção decidiu encerrar a etapa e desconsiderar a última relargada, mantendo como resultado final a posição de cada piloto durante a última amarela.

O julgamento dos protestos será feito em Indianápolis. Além de Servià e Dixon, Hunter-Reay também foi convocado a comparecer, já que o assunto reflete diretamente na possível mudança de seu resultado na prova.

O responsável pelo julgamento será Brian Barnhart, presidente de competição e operações de corrida e também o diretor da prova de New Hampshire. Barnhart foi quem autorizou a relargada mal-sucedida. Após a prova, o diretor reconheceu o erro ao autorizar a bandeira verde naquelas condições e assumiu toda a culpa pela decisão.

fonte: tazio.com.br

Posts Relacionados