Últimos Posts

Jerez, dia 4: Kimi faz melhor tempo da semana, e Ericsson põe Sauber em 2º


Entre otimistas e desconfiados, fato é que Ferrari e Sauber começaram 2015 da forma mais promissora possível. As duas equipes dominaram a tabela de tempos nos quatro dias de testes em Jerez de la Frontera, na Espanha - com direito a liderança da escuderia suíça e do brasileiro Felipe Nasr na terça-feira. Nesta quarta, que marcou o encerramento da primeira bateria da pré-temporada, Kimi Raikkonen anotou o melhor tempo da semana (1m20s841) e recolocou o time de Maranello no topo, seguido pelo companheiro de Nasr, Marcus Ericsson (+1s178). O atual campeão Lewis Hamilton, da Mercedes, foi o terceiro (+1s331), e a Williams de Felipe Massa terminou na quinta posição (+2s275).  

Confira os resultados desta quarta-feira em Jerez:
1 - Kimi Raikkonen (Ferrari): 1m20s841 (106 voltas)
2 - Marcus Ericsson (Sauber): 1m22s019 (112)
3 - Lewis Hamilton (Mercedes): 1m22s172 (117)
4 - Max Verstappen (STR): 1m22s553 (97)
5 - Felipe Massa (Williams): 1m23s116 (73)
6 - Romain Grosjean (Lotus): 1m23s802 (53)
7 - Daniil Kvyat (RBR): 1m23s975 (64)
8 - Jenson Button (McLaren): 1m27s660 (35)

Mais

Felipe Nasr desbanca Ferrari e faz melhor tempo em Jerez no 3º dia

Depois de dois dias de domínio da Ferrari nos testes de pré-temporada da Fórmula 1 em Jerez de la Frontera (ESP), Felpe Nasr surpreendeu e terminou esta terça-feira com o melhor tempo da sessão que teve oito horas de duração. 

Quem está assustando a concorrência pela quantidade de voltas dadas é a Mercedes. 

Confira os tempos do dia:

1º Felipe Nasr (BRA/Sauber) - 1min21s545 - 108 voltas
2º Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - 1min21s750 - 92 voltas
3º Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 1min21s982 - 151 voltas
4º Felipe Massa (BRA/Williams)  - 1min22s276 - 71 voltas
5º Pastor Maldonado (VEN/Lotus) - 1min22s713 - 96 voltas
6º Daniel Ricciard (AUS/Red Bull) - 1min23s901 - 48 voltas
7º Fernando Alonso (ESP/Mclaren) - 1min3s553 - 32 voltas


Mais

Vettel novamente como o mais rápido



Alemão diminuiu quase dois segundos em relação à sua marca de domingo; Nasr foi o segundo colocado.

Confira a classificação final no dia 2 em Jerez:

1º Sebastian Vettel Ferrari 1:20.984 88 voltas
2º Felipe Nasr Sauber 1:21.867 87 voltas
3º Valtteri Bottas Williams 1:22.319 61 voltas
4º Lewis Hamilton Mercedes 1:22.490 91 voltas
5º Max Verstappen Toro Rosso 1:24.167 73 voltas
6º Pastor Maldonado Lotus 1:25.802 41 voltas
7º Jenson Button McLaren 1:54.655 6 voltas
8º Daniil Kyvat Red Bull Sem tempo 18 voltas

Mais

Vettel mais rápido na estreia da Ferrari

 
Um começo promissor, é a conclusão que se pode tirar após os resultados dos primeiro dia de testes da temporada 2015, em Jerez de la Frontera, tendo em conta os registos obtidos pelos carros com motor Ferrari, sobretudo para os de Maranello.

No final, o alemão Sebastian Vettel, na estreia absoluta com o SF15T, foi o mais rápido, seguido por Marcus Ericsson, no Sauber-Ferrari.

O tetracampeão fez a volta do dia na parte da tarde, já depois de ter melhorado o registo, fixando-o em 1m22.620s, com o sueco bem perto (1m22.777s). Só depois surge o Mercedes de Nico Rosberg, com uma volta em 1m23.106s.

A Ferrari terá agora de revelar consistência nos restantes dias - esta série de testes termina 4.ª feira -, para não repetir o que sucedeu há um ano, quando Kimi Räikkönen também fixou o melhor tempo do primeiro dia de testes, mas depois a escuderia italiana fez uma temporada desastrosa.

Resultados do 1.º dia de testes:

1. Sebastian Vettel (Alemanha), Ferrari, 1m22.620s (60 voltas)
2. Marcus Ericsson (Suécia), Sauber-Ferrari, 1m22.777s (73)
3. Nico Rosberg (Alemanha), Mercedes, 1m23.106s (157)
4. Daniel Ricciardo (Austrália), Red Bull-Renault, 1m23.338s (35)
5. Valtteri Bottas (Finlândia), Williams-Mercedes, 1m23.906s (73)
6. Carlos Sainz (Espanha), Toro Rosso-Renault, 1m25.327s (46)
7. Fernando Alonso (Espanha), Mclaren-Honda, 1m40.738s (6)

Mais

Red Bull destaca maior proximidade com Renault

 
A Red Bull Racing (RBR) apresentou o carro para 2015 em Jerez de la Frontera, este domingo, primeiro dia da primeira série de testes da pré-temporada, e surpreendeu ao colocar o RB11 em pista com uma pintura camuflada, preta e branca, utilizada quando se pretende esconder pormenores dos desenho.

"O desenho do RB11 aproveita tudo o que aprendemos na última temporada, na qual teve lugar uma grande mudança no regulamento técnico", começou por explicar o diretor técnico da escuderia anglo-austríaca, Adrian Newey, destacando a preocupação que houve com a unidade motriz, da Renault:

"A nossa relação com a Renault é agora mais próxima. A par da Toro Rosso, somos os únicos clientes deles e a integração que daí resulta já produziu bons resultados na construção do RB11."

Mais

A Williams 2015


Para os ansiosos e curiosos, eis a nova Williams-Mercedes FW37, carro que terá o finlandês Valtteri Bottas e o brasileiro Felipe Massa ao volante na temporada 2015 da Fórmula 1. Assim como no ano passado, a equipe inglesa optou por revelar a primeira imagem de seu novo modelo, uma simulação feita no computador, na capa da revista inglesa "F1 Racing", uma das mais importantes publicações especializadas em automobilismo do mundo.

De cara já podemos notar a solução escolhida pela Williams para as novas regras referentes ao bico do carro. A equipe trocou o apêndice longo do ano passado por um mais curto, que se encerra acima da asa dianteira. Outras novidades: a presença dos novos patrocinadores conseguidos pela equipe após o fim da temporada 2014: a marca de desodorantes Rexona e a grife Hackett, de Londres. A brasileira Petrobras segue no carro.


O carro, que foi ligado pela primeira vez nesta noite (horário da Inglaterra) na fábrica da Williams, em Grove, já divide opiniões, principalmente quanto ao bico. Minha conclusão? Os membros do grupo de estudo da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) fracassaram redondamente na tarefa de fazer os bicos ficarem mais bonitos. Mas como a beleza do carro é diretamente proporcional ao seu desempenho... Resta torcer para o FW37 ser rápido na pista!

fonte: globo.com

Mais

FIA antecipa horário de cinco GPs do Mundial

 
A FIA anunciou esta terça-feira que cinco das 20 provas do campeonato mundial de Fórmula 1 de 2015 vão ter início mais cedo do que na época passada.

A antecipação das cinco provas, todas fora da Europa, foi, de acordo com a FIA, aprovada pelas cadeias televisivas que irão transmitir as competições.

As provas que vão sofrer alteração de horários são os GP da Austrália, Malásia e China - as três primeiras do calendário -, e ainda os do Japão e Rússia.

A medida pretende também evitar situações como a sucedida em outubro passado no GP do Japão, que provocou o acidente do piloto francês Jules Bianchi, que continua em coma.

No circuito de Suzuka e depois de o início da prova ter sido adiado devido à chuva, Bianchi perdeu o controlo do carro, saiu da pista e chocou a alta velocidade com um veículo-grua que estava a retirar um carro acidentado.

As provas agendadas para o Bahrein, Singapura e Abu Dhabi vão disputar-se à noite, com recurso a iluminação artificial.

Mais

Morreu Robert Manzon

 
O francês Robert Manzon, pioneiro da fórmula 1, morreu esta segunda-feira aos 97 anos, revelou o Clube Internacional dos Antigos Pilotos de Fórmula 1, dos quais era um dos fundadores, à AFP.

Robert Manzon, que nasceu a 12 de abril de 1917, em Marselha, França, era o último dos pilotos vivos da primeira época do Campeonato do Mundo de F1.

O piloto francês participou em 28 grandes prémios entre 1950 e 1956, 23 dos quais nos monolugares da Gordini e os restantes num Ferrari, tendo subido duas vezes ao pódio, ao ser terceiro na Bélgica, em 1952, e em França, em 1954.

A sua melhor classificação final foi um sexto lugar no campeonato de 1952. Manzon fundou o Clube Internacional dos Antigos Pilotos de F1, em 1962, com Juan Manuel Fangio, Paul Frère, Nino Farina e Louis Chiron, entre outros. 

Mais

Pirelli pede mais testes de chuva

 
A Pirelli, fornecedora oficial de pneus da Fórmula 1, está a tentar sensibilizar as equipas para a realização de mais testes às “borrachas” destinadas a piso molhado. Esta iniciativa da Pirelli surge na sequência das conclusões da comissão que investigou o acidente do francês Jules Bianchi no GP Japão (Suzuka) do ano passado.

Um dos dias dos testes de pré-época em Jerez de la Frontera é dedicado aos pneus de chuva mas Paulo Hembery, diretor desportivo da Pirelli, é taxativo. “Um autotanque a despejar água em Jerez não é bem o que temos em mente”, afirmou Hembery em declarações ao autosport.com. O responsável da Pirelli entende que o ideal seria testar em circuitos como Paul Ricard ou Fiorano. Mas isso significaria aumentar o número de dias estipulado pela FIA para os testes da F1. E não há indicações nesse sentido.

Mais

A partir de 2016 só maiores de 18 anos poderão pilotar

Caso o regulamento entrasse em vigor já em 2015, o holandês Max Verstappen não poderia estrear-se na Fórmula 1, visto ter ainda 17 anos.
 
Um piloto terá de ter, pelo menos, 18 anos para receber uma superlicença e poder pilotar um Fórmula 1 a partir de 2016, de acordo com os futuros regulamentos da Federação Internacional do Automóvel (FIA), publicados esta quarta-feira.

"O piloto terá de ter, pelo menos, 18 anos no início do seu primeiro fim de semana de uma prova de Fórmula 1", estipula o anexo do novo regulamento da FIA, publicado no site oficial da entidade que rege a modalidade.

Caso o regulamento entrasse em vigor já em 2015, o holandês Max Verstappen, que vai estrear-se na Fórmula 1 pela Toro Rosso esta época, apesar de só completar os 18 anos em outubro, teria de esperar mais uma época para poder conduzir um monolugar. 

Mais

FIA retira GP da Coreia do Sul do calendário 2015

 
FIA retira GP da Coreia do Sul do calendário do Mundial de F1 de 2015 07-01-2015Seul, 07 jan (Lusa) --

O Grande Prémio da Coreia do Sul, que atravessava dificuldades financeiras há alguns anos, foi retirado do calendário do Mundial de F1, confirmou esta quarta-feira a organização.

O circuito de Yeongam surgia como 5.ª ronda no calendário provisório para 2015, agendado para 3 de maio, e, com a sua retirada o Mundial fica reduzido a 20 GP.

"Dissemos várias vezes aos responsáveis da modalidade que não tínhamos capacidade para organizar a corrida", confessou fonte da organização sul-coreana à AFP.

A 4 de dezembro passado, outra fonte do comité organizador do Grande Prêmio da Coreia do Sul já tinha afirmado que "não estavam reunidas as condições" para a realização da corrida, um dia depois de a Federação Internacional do Automóvel (FIA) ter colocado a prova no calendário de 2015 de "forma unilateral".

"Não fomos avisados desta decisão. A FIA anunciou o calendário de 2015 depois de ter tomado conhecimento das nossas dificuldades em organizar a corrida em 2015", acrescentou, na altura, a mesma fonte.

A temporada começa a 15 de março na Austrália (Melbourne) e termima a 29 de novembro, em Abu Dhabi.

Calendário provisório de 2015:


15 março: Austrália
20 março: Malásia
12 abril: China
19 abril: Bahrain
10 maio: Espanha
24 maio: Monaco
7 junho: Canadá
21 junho: Áustria
5 julho: Grã-Bretanha
19 julho: Alemanha
26 julho: Hungria
23 agosto: Bélgica
6 setembro: Itália
20 setembro: Singapura
27 setembro: Japão
11 outubro: Rússia
25 outubro: Estados Unidos
1 novembro: México
15 novembro: Brasil
29 novembro: Abu Dhabi

Mais

Morre aos 77 anos Jean-Pierre Beltoise

Morreu, nesta segunda-feira, o francês Jean-Pierre Beltoise, vítima de dois AVCs. O ex-piloto de carros e motos passava férias em Dacar, no Senegal, quando sentiu o mal súbito.

Na passagem pela Fórmula 1, Beltoise defendeu a Matra e BRM, conquistando apenas uma vitória, justamente no GP de Mônaco de 1972, uma das etapas mais famosas da categoria.

Ao todo, Beltoise disputou 85 provas, foi ao pódio oito vezes e marcou 77 pontos. A melhor classificação dele no Mundial de Pilotos foi em 1969, quando terminou em quinto com a Matra - o companheiro, Jackie Stewart, foi campeão naquele ano.

Apesar de ter "aparecido" para o mundo na F1, foi no motociclismo que o francês teve maior sucesso. Nas motos, Beltoise construiu uma carreira vitoriosa, conquistando 11 títulos nacionais.

Mais
Colunas GP Expert